Home » » Manual de etiqueta sexual

Manual de etiqueta sexual



Os tempos mudaram, e os micos na cama também. Saiba como sair com classe de uma saia justa e aproveitar o melhor do sexo - sem comprometer o prazer (o seu e o dele)




Saiba como sair com classe de uma saia justa e aproveitar o melhor do sexo - sem comprometer o prazer

Cada vez mais as mulheres têm amigos homens. Cada vez mais passamos a maior parte do nosso tempo no trabalho. Cada vez mais usamos a internet para paquerar. Cada vez mais lembrar no meio do amasso que você está usando uma calcinha bege ou gigante (porque bege e gigante não usa jamais!) deixou de ser o maior pesadelo. O que faz com que a gente se sinta uma Bridget Jones versão 2013 é sucumbir ao tanquinho daquele amigo só por diversão e acabar apaixonada por ele... É transar com o gatinho do escritório e descobrir que o cafajeste achou você tão incrível que teve que compartilhar suas habilidades sexuais com todo o departamento... Novos tempos, novas saias justas. Se você nunca passou por uma situação constrangedora, acredite, ainda vai. Leia nosso manual de etiqueta sexual moderno e veja como lidar com cada um desses micos. Você vai mostrar que tem classe até quando tira a roupa.


Você transou com um colega de trabalho...

...E tem que olhar para o cara no dia seguinte.
Apesar de a noite ter sido incrível, bateu aquela ressaca moral. "Já que não adianta pedir demissão, cumprimente-o como se nada tivesse acontecido. Mostre que é uma mulher segura e que sabe separar as coisas", diz a sexóloga Jussania Oliveira, da World Association for Sexology. Agora, se o cara de pau ignorar você, nem pense em tirar satisfação - onde se ganha o pão até se come a carne, mas não se lava roupa suja! Mas dá para quebrar o clima antes mesmo de esbarrar no paquera no corredor: quando ainda estiverem na cama, diga em tom de brincadeira que será estranho encontrá-lo todo lindo e engravatado no escritório no dia seguinte...



...E ele contou para o resto da equipe.
E agora todos sabem o que vocês aprontaram. Quer saber? O melhor é assumir o que rolou e ficar na sua. Fora que o mico será um bom exercício de jogo de cintura, pois você terá que driblar as fofocas, segurar a autoestima lá em cima, repensar suas escolhas e ainda conviver com aquele sacana - que deverá ficar no seu freezer para sempre.



Você transou pela primeira vez com o peguete...

...E não sabe se deve cuspir ou engolir.
Quem nunca ficou na dúvida? Ok, todo mundo sabe que os caras curtem quando você faz o serviço completo no sexo oral. Mas, se não estiver a fim, não é obrigada. Há mulheres que não se importam e mandam ver. Mas, se o welcome drink não faz parte do seu cardápio, seja sincera. "Hoje eu acordei `light¿ e vou dispensar ali na pia, ok?" Se o clima esquentar em lugares nada práticos, como no carro ou no cinema, dá para passar o lencinho pela boca de forma provocante.



...E o cara brochou.
Fim de ano, muito trabalho na cabeça dele e você lá, linda, esperando pelo melhor sexo da sua vida... É muita pressão para um pobre homem. Fora que ele também pode ter exagerado nos drinques, estar com sono, excitado demais... "O segredo é levar na esportiva", diz a psicoterapeuta Cecília Zylberstajn, da PUC de São Paulo. Além de encarar a brochada como algo normal, você pode fazer dela a promessa de um novo encontro. Agora, se o cara não valer a pena, ótimo que ele tenha mandado mal - assim, você economiza energia.



Você transou com um amigo...

...E pintou um mal-estar depois.
Vocês se conhecem há anos e, de repente, acabaram na cama - e não foi pra assistir a um episódio de Homeland. E agora? Não coloque a culpa nele, e muito menos na carência (chame a caipirinha como quiser...) que levou à transa. Pense assim: vocês são adultos, tentaram se conhecer melhor e são responsáveis pelo que aconteceu. Ponto final. Para dar a volta por cima sem machucar a amizade, tenha leveza para fazer piadinhas sobre a situação e quebrar o gelo. Ele também pode não saber como reagir, mas, se você se mostrar tranquila e segura, ele acabará entrando no clima.



...E, droga, você se apaixonou por ele.
Aqui não tem muita negociação: vocês precisam conversar. Puxe assunto para saber o que o gato está sentindo por você. Vai que ele também está confuso... Seja sincera e coloque as cartas na mesa, sem joguinhos. Agora, se ele continuar enxergando você apenas como amiga, tire seu time desse campo e volte ao da amizade. Caso contrário, partir para um jogo deconquista com alguém que você já conhece pode ser bem interessante...



Você fez sexo virtual

...E alguém entrou no quarto na hora H.
Isso que dá não trancar a porta! Mas, paciência, agora já foi. O melhor a fazer é mostrar que levou um susto com a entrada repentina e puxar um assunto qualquer para distrair. Aliás, quando estiver numa situação como essa, tenha sempre uma estratégia de fuga, como o dedo engatilhado no mouse para trocar de página rapidinho, ok?



...E o cara colocou suas fotos íntimas na internet.
Por mais constrangedora que seja a situação, dá para sair dessa cilada. Independentemente do motivo que o levou a jogar tão baixo, você precisa diminuir o estrago. E a primeira coisa a fazer é um damage control interno, admitindo que escolheu o cara errado para dividir sua intimidade - e que, sim, precisa ser mais cuidadosa. Quando se recuperar do baque, tente conversar com o sujeito para expor a gravidade da situação - isso, claro, logo antes de bloqueá-lo de todos os meios de comunicação possíveis! Se uma conversa franca não adiantar, cabe consultar um advogado e abrir um processo contra o cara.








dicas para o sexo - sexualidade -  Desejos e Fantasias de Casal








 
Support : Copyright © 2015. calcinhas deputinha - All Rights Reserved