Home » » Os estraga-prazeres da hora H....

Os estraga-prazeres da hora H....

O que fazer para não acabar com aquela transa sensacional?



Dia de transar é sempre uma festa. Pode ser uma noite romântica previamente planejada, uma escapada até a sua casa depois do trabalho, um pós-festa animado e meio alcoolizado, ou até uma rapidinha no meio do dia. A verdade é que os dois acabam fi cando felizes antes, durante e depois. A sua vida, que andava cinzenta e meio sem graça, de repente melhora em quase 100%. Mas isso quando tudo corre bem, é lógico. Porque existem milhares de situações que podem interferir no seu dia de alegria, e muitas vezes estragá-lo completamente.

Aí, o que era um mar de rosas pode se transformar em horas de discussão e até dias seguidos de bico da sua parte e silêncio da dele. E nós não estamos falando de o trânsito impossibilitar que vocês saiam para jantar, muito menos de a festa estar ruim. Você, com certeza, já ouviu falar de todos esses bichos-papões. E, muito provavelmente, já os encontrou cara a cara. Uma ejaculação precoce, uma soneca em hora indevida, um pedido inadequado...



Ele sempre encontra um jeito de estragar toda a fantasia que você tinha na cabeça! E se a culpa não é dele, com certeza é sua. E daquele quilinho extra que você ganhou durante a semana. Não entre nessa de ficar tentando encontrar um culpado. Essas coisas são normais e, pode acreditar, ocorrem nas melhores famílias. Por que será que elas acontecem, então? E como podemos lidar com elas? Dr. João Borzino, médico clínico, sexólogo e terapeuta sexual, conversou com a Ouse e respondeu a essas questões. Confira as cenas abaixo e veja se você se identifica com alguma!

Brochante

Estão os dois de beijo pra cá, beijo pra lá, um carinho a mais aqui, um arranhão ali... E quando chega a hora H, percebem que há algo faltando no meio dessa história toda. Pois é, ele brochou. E nada de esse momento constrangedor desaparecer como um passe de mágica e ele comparecer, todo glorioso. E agora, o que fazer? Fingir que não está acontecendo nada e continuar com as investidas? Ou fazer bico e ficar no canto da cama? Se você se importa pelo menos um pouco com o seu companheiro, não pode escolher nenhuma destas opções.



Primeiro, saiba que se isso está acontecendo não é porque ele tem outra, muito menos porque a acha desinteressante. “Geralmente, ele está com medo de ‘falhar’, ou não está com vontade e está se forçando”, explica o sexólogo. Não ligue automaticamente a falta de vontade dele a você. Pode ser difícil de acreditar, mas um rapaz pode ter outras coisas na cabeça: cansaço devido ao trânsito, mau humor por causa do trabalho, preocupações com a família...

A atitude recomendada é parar com os encorajamentos sexuais, assegurar o menino de que não tem nada de mais e conversar normalmente. Evite ser agressiva, dramática ou exagerada a qualquer custo. João Borzino nos lembra de sempre levar em consideração a cabeça masculina: “Você pode ter certeza de que ele está morrendo de vergonha e vai tentar disfarçar”. Então, não tente analisá-lo. Além de tudo, não vai adiantar nada... Você sabe que homens não falam.

Soneca

Depois de vários momentos intensos e satisfatórios, os dois finalmente sossegam um pouco. Você, como mocinha insaciável que é, espera alguns instantes e começa de novo com algumas pequenas investidas, esperando, no mínimo, uma reprise. Até que você esteja completamente  satisfeita. Mas, quando você sai do que achava ser a primeira de muitas nuvens de êxtase, ele já está roncando, babando e sonhando. Comece sendo compreensiva de verdade, exatamente como você se gaba de ser.



Não comece logo a imaginar que ele é um egoísta que só vai atrás de você por ele mesmo e não dá a mínima para o que você sente. Após o orgasmo, os homens entram em um período chamado de refratário. “Este período é caracterizado por forte relaxamento, necessidade de descanso e desinteresse sexual”, esclarece o médico. Pois é, vai demorar um pouco para ele desejá-la novamente.

Mas não há motivo para estresse. Não se sinta ofendida, não fique brava, nem tente lutar contra algo que é fisiológico. Aproveite para dormir também! E se ele não chegar a dormir, só quiser ficar quietinho no canto dele, simplesmente converse sobre o que vocês quiserem. Até um carinho de leve vale! Ele, obviamente, não repulsa o seu contato físico.

A outra

Se você disser que nunca passou por essa, está mentindo. Em um momento de conversinha picante, que ele adora, vocês começam a fantasiar e a sugerir coisas diferentes para atiçar a imaginação e intensificar o ato tão esperado. E, em meio a diversos figurinos, cenários e posições, ele arranja um jeito de adicionar uma coadjuvante. Pois é, ele quer mais uma com ele.



Primeiramente, você sabe que essa é a coisa mais comum de todas. Realmente, faria mais sentido se preocupar se o seu companheiro nunca tivesse sonhado com algo semelhante. E pode acreditar que ele não acha que você é insuficiente para satisfazê-lo. Lembre-se: a fantasia não é apenas sobre outra, ela envolve você. O que pode enlouquecê-lo, mais do que todo o resto, é ver você com outra mulher. João recomenda que você questione se ele conseguiria arcar com as consequências, como desentendimentos e ciúme.

Porque uma relação a três também pode envolver outro homem, e ele também pode se sentir trocado até por uma mulher. Finalmente, reveja os seus conceitos e abra a sua mente. Você pode gostar também! Mas, se tiver certeza que não, seja sincera e não tenha medo de desagradar.



Apressadinho

Vocês estão apenas aquecendo, antecipando tudo o que vai acontecer em alguns instantes. Brincando, beijando, fazendo carinho ou até sendo um pouco mais agressivos. A diversão está apenas começando. Pelo menos é isso que você acha. De repente, ele chega lá sem nenhum aviso prévio e, pior ainda, sem você chegar nem perto do seu orgasmo. De novo, não piore tudo sendo desesperada. Tudo tem solução. Há a possibilidade de ele estar muito nervoso com a sua própria performance, ou de ter ejaculação precoce.



E você, como é muito informada, sabe que este é um dos problemas mais frequentes nas relações sexuais. Principalmente se vocês nunca estiveram juntos antes, se o homem é jovem, ou se ele está há muito tempo sem transar. Sim, é supernormal, então nada de taxá-lo de egoísta logo de cara. Na verdade, resolver essa situação pode até acabar sendo divertido. Os rapazes acreditam que a penetração é o mais importante para um bom sexo e acabam se cobrando muito. Piorando, é claro, o controle sobre eles mesmos.

Chegou a hora de você mostrar como o seu parceiro pode ser um deus do sexo sem nem tirar a calça. Encoraje-o muito e, mais uma vez, tome cuidado com a autoestima dele.


Visite nosso TUMBLR e conheça nossos desejos e fantasias em fotos altamente sexy:












 
Support : Copyright © 2015. calcinhas deputinha - All Rights Reserved