Home » , » SQUIRTING - MITO OU REALIDADE?

SQUIRTING - MITO OU REALIDADE?

AppId is over the quota
AppId is over the quota
type='html'>

Já ouviu falar de squirting? E de ejaculação feminina?
Se nunca ouviu, isso vai mudar a partir deste momento.
Quem assiste pornografia, de certeza que já se deparou com cenas de mulheres que na hora do orgasmo deitam um jacto de líquido, mais ou menos intenso. Acho que já ficamos todos na dúvida… Será ejaculação?... Ou será xixi?.
Muitos acreditam que a ejaculação feminina é um mito, que não existe a possibilidade das mulheres ejacularem e que as cenas dos filmes não passam de efeitos especiais, que elas apenas urinam ou expelem um líquido que foi previamente injectado na vagina. Quanto a mim, acho algumas cenas meio irreais,a quantidade de líquido que sai chega a ser uma coisa absurda, mas uma coisa me faz parar para pensar…se são efeitos especiais, porque só escolhem algumas poucas mulheres para fazer esses filmes?? As actrizes são quase sempre as mesmas. Fico na dúvida, confesso, embora ache que são efeitos especiais mesmo. Mas isso não deixa quebrar o meu fascínio sobre o tema. Confesso que estes filmes são os meus favoritos e conseguir um squirting, é um dos meus sonhos a nível sexual.

O QUE É O SQUIRTING?




Durante a excitação, um líquido é produzido pelas glândulas parauretrais chamadas também de glândulas Skene. Ao atingir o orgasmo, a vagina contrai-se libertando de 15 a 200 ml desse líquido. Sempre que atingimos o orgasmo, ejaculamos também, mas na maioria das vezes de modo imperceptível, porque o volume é pequeno e apenas escorre para fora – daí o confundirmos isso com lubrificação. Mas algumas mulheres têm o poder de expelir esse líquido como um esguicho. Este líquido pode variar de cor ou de odor, consoante a mulher, ou consoante os dias.



VERDADE OU MENTIRA?
As opiniões dividem-se sobre este assunto.
Há quem defenda que as mulheres não possuem os órgãos apropriados para a ejaculação, que o que acontece é que algumas apresentam uma quantidade maior de líquido lubrificante, que pode ser confundido com ejaculação. Na hora das contrações do orgasmo, o corpo apenas liberta a lubrificação excessiva.
A maioria das mulheres nunca experimentou a ejaculação, apenas 20% conseguiu esta proeza, segundo as estatísticas, o que provoca mais dúvidas sobre o tema.
Do lado dos que acreditam que as mulheres realmente conseguem ejacular,novamente as opiniões dividem-se:
Há quem defenda que nem todas as mulheres conseguem esta proeza, por mais que tentem e que é uma característica apenas de uma minoria.
Outros defendem que qualquer mulher pode conseguir um squirt, pois todas possuem as mesmas glândulas, apenas a mulher precisa de estar muito excitada,para isso acontecer. Mas, os factores físicos ou psíquicos podem impedir que esse líquido saia com a pressão certa para esguichar, sendo então, na maioria das vezes, jogado para a bexiga, saindo junto com a urina ou apenas escorra para fora junto com outros fluidos corporais, passando despercebido.
Dizem que após muito treino, o squirt pode surgir, muitas vezes semninguém esperar.
O primeiro passo é estar informada sobre o assunto, quanto maior for oconhecimento, mais fácil será conseguir um squirt. Quem conseguiu, diz que oorgasmo é arrebatador, que deixa a pessoa sem forças e meio desfalecida.

COMO CONSEGUIR UM SQUIRT?

Bem, depois disto vamos querer saber como conseguir ou provocar um squirt, verdade?
Convém a pessoa estar num local calmo, onde não seja interrompida, sozinha ou com a ajuda do parceiro e num local onde não fique se preocupando que pode molhar a cama. Primeiro estimule a região do clítoris, até ficar inchado. De seguida introduza os dedos ou o vibrador, até encontrar uma região mais sensível e saliente, meio rugosa… o famoso ponto G. Vá estimulando essa região, ajudando com a outra mão no clitóris. Isso é chave para treinar e quem sabe ter sucesso. Possivelmente não irá conseguir ter um squirt nas primeiras tentativas, mas a experiência será sempre boa. Não desista.
Uma das posições que algumas mulheres recomendam como sendo das melhores para conseguir um squirt com penetração, é ficar deitada de pernas para cima presas no pescoço do parceiro. Essa posição estimula o ponto G, o que causa a ejaculação mais facilmente.
A estimulação do clitóris é muito importante para a ejaculação feminina, embora apenas isso, geralmente não seja o necessário para se conseguir ejacular, é necessária a contracção forte dos músculos pélvicos para isso acontecer, o que acontece quando o ponto G é devidamente estimulado. O ideal é conciliar as duas coisas, estimulação do ponto G e clitóris em simultâneo. Se a mulher for orgásmica vaginal (tem orgasmos vaginais, sem precisar de estimulação clítoriana), é possível conseguir um squirt só com a estimulação do ponto G, mas a maioria não é assim, precisa da estimulação do clítoriana para atingir o orgasmo.
Há quem diga que convém beber bastante água durante o ato sexual, que isso fará com que saia bastante líquido.
Não se esqueça de forrar a cama ou o sofá, quanto mais à vontade estiver, mais líquido sairá.
O truque para os homens, é estimular muito a parceira, antes de ir ao ponto G,alguns vão lá muito rápido, por isso não conseguem o efeito desejado. Quando começar a massajar esse ponto, levará cerca de 10 minutos (na maioria das mulheres), até ficar bem inchado. Quando sentir isso, acelere os movimentos emande-a fazer força para fora. A sensação será como se fosse urinar.

AS REAÇÕES:
Muitos homens ficam chocados, quando a parceira ejacula, pois pensam que urinou. Convém terem a mente aberta e deixar a mulher à vontade. Se ela ejacula pela primeira vez, sem esperar e sente a rejeição do parceiro, da próxima vai travar essa reacção, por medo ou vergonha. É preciso estarem informados duma coisa, é impossível a mulher urinar durante um orgasmo, pois as contracções impedem a saída da urina, por isso se sair algum líquido, será um squirt.



UM VÍDEO EDUCATIVO, ESCLARECENDO MUITO SOBRE O QUE É EJACULAÇÃO FEMININA


Deixo aqui mais um vídeo bem interessante, de um homem, demonstrando como estimular corretamente o ponto G da parceira, o vídeo está em Inglês, mas acho que as imagens falam por si. Preste atenção à posição dos dedos, ele explica que o movimento não deve ser feito para dentro e para fora e sim, com as pontas dos dedos contra a parte da frente do corpo da mulher, fazendo pressão aí. A outra mão deve pressionar a barriga para dentro, para aumentar a pressão nesse ponto. Repare nos espasmos invuluntários da mulher, quando ele a estimula corretamente. Isso pode demorar meses de tentativas e do conhecimento do nosso corpo, ou do corpo da parceira, mas muitas vezes o resultado é esse.




 
Support : Copyright © 2015. calcinhas deputinha - All Rights Reserved