Home » » Contos: Foda Arriscada

Contos: Foda Arriscada


























O que não fazemos por uma foda,
Depois de uma noite de festas do Sao João no interior da Bahia,
Fui dorme no quarto com minha namorada e os pais dela pois ela
tem 19 anos mas os pais não confiavam.
Fomos dorme primeiro que os pais dela,e a tristesa maior foi que tivemos ainda que dorme em camas separadas mesmo na presença deles.
Pois isso não adiantou nada nossos colchões estavam em uma posição que minha sintura ficava na direção daquela boca gostosa e maravilhosa.
Conversamos por bastante tempo baixinho antes de rolar o primeiro beijo gostoso que me deixou de pau muito duro, pena que fomos enterrupidos com a barulho dos pais dela entrando no quarto si preparando para dorme.
Depois que eles entrarão pra dorme,começou a sessão putaria,ela ficou me masturbando e chupando o meu pau lentamente com bastante pressão do jeito que eu gosto,o tempo foi passando e a vontade de gozar si aproximando so que não tinha onde eu gozar a não ser na quela boca gostosa,ela nunca tinha esperimentado pois era muito cheio de frescura e aos tempos eu fui a modificando...então chegou a hora,ela fez tão gostoso que eu gozei tanto que ela engolia e ficou escorrendo pela boca,achei que ela ia pirar ,mas que nada ela chupou minha porra todinha limpando meu paau.ficou tão maluca que me puchou pra cama dela,estava preocupado com os pais dela poderiam acorda ,mas com o boquete tão gostoso que recebi não tive como negar pulei pra cama daquela gostosa e meti a pica naquela buceta que ja estava encharcada me pedindo pra fude-la ..,ela começou a gozar tirou o meu pau da buceta e começou a tentar enfiar naquele cuzinho apertadinho que nunca viu nem si quer um dedinho,ao mesmo tempo que eu acarenciava sua bucetinha e ela gemia e gozava me apertando pela nuca...que foda gostosa,comecei a fuder o cuzinho da minha namorada e ela nem parecia que estava sentindo dor com tanto prazer.desse dia pra frente sempre procuramos novas aventuras...
FONTE:  http://www.casadoscontos.com.br/texto/200904456
 
Support : Copyright © 2015. calcinhas deputinha - All Rights Reserved